Envie para a equipe do sma possíveis erros que existirem nesta página:

Resumo da Previsão Climática de Temperatura e Precipitação

Análise Realizada em 25 de Maio de 2022, às 10h30min

# Região de atuação das Cooperativas ABC:

=> PREVISÃO DE PRECIPITAÇÃO:

As previsões indicam a manutenção do La Niña durante o inverno de 2022 e os modelos climáticos projetam uma maior probabilidade de chuvas abaixo da média climatológica em grande parte da região do Grupo ABC;

No geral, as chuvas serão causadas, principalmente pela rápida passagem de sistemas frontais pelo litoral sul do Brasil, bem como pela configuração de algumas áreas de cavado e sistemas de baixa pressão atmosférico a partir do interior do continente, que poderão trazer alguma instabilidade passageira para região do Grupo ABC;

Gradualmente, os períodos de dias consecutivos sem chuva superiores aos 10 ou 15 dias (veranicos) serão mais frequentes e causados pela configuração de alguns eventos de bloqueios atmosféricos;

As chuvas serão mais irregulares com redução gradativa dos acumulados mensais de chuva, devido o estabelecimento do inverno;

Segundo a climatologia regional, o acumulado mensal de chuva em junho varia entre 54 a 146mm. Em julho de 53 a 172mm e agosto entre 30 a 121mm na região do Grupo ABC;

Porém, eventos de chuva intensa, em curto espaço de tempo, podem ocorrer em qualquer época do ano. Por isso, recomenda-se o acompanhamento diário das previsões de tempo disponibilizadas no site do smaABC.

=> PREVISÃO DE TEMPERATURA MÉDIA DO AR:

As projeções apontam para um trimestre de junho a agosto de 2022 com entrada cada vez mais frequentes de massas de ar polar e maior probabilidade de temperaturas abaixo da média para o mês de junho de 2022 em áreas da metade sul do Grupo ABC. Nas demais áreas, as temperaturas médias deverão ficar próximas da média histórica;

Para o restante do trimestre, os modelos climáticos indicam temperaturas médias do ar variando próximo ou acima da média climatológica;

Serão comuns momentos de frio intenso com aumento do risco de geadas, alternado por períodos de temperaturas amenas;

Segundo a climatologia regional, cresce o risco para ocorrência de temperaturas mínimas inferiores a 3⁰C, com maiores probabilidades a partir da primeira semana de junho e julho para a região fria (Cfb) e primeira semana de julho na região quente (Cfa) do Grupo ABC.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

# Região de atuação da BWJFrísia-TO:

=> PREVISÃO DE PRECIPITAÇÃO:

Climatologicamente, o trimestre de JUN-JUL-AGO nas regiões da BWJ e Frísia no Tocantins apresenta reduzidos volumes de precipitação, devido o estabelecimento da estação seca. Com relação ao prognóstico de chuva, as condições pluviométricas deverão ficar bem próximas do padrão climatológico esperado para essa época do ano;

Neste período, os sistemas frontais não possuem amplitude suficiente para avançar pelo interior da América do Sul e consequentemente conectar sua instabilidade com a umidade proveniente da região Amazônica para trazer chuva nas regiões Centro-Oeste e Norte do Brasil;

No geral, os volumes mensais de precipitação previstos para esse trimestre não deverão variar muito em relação ao valor climatológico;

Segundo a climatologia regional, o acumulado mensal de chuva em junho varia entre 0 a 38mm. Em julho de 0 a 4mm e agosto entre 2 a 10mm nas regiões da BWJ e Frísia-TO.

=> PREVISÃO DE TEMPERATURA DO AR:

No geral, as temperaturas do ar ficarão oscilando entre próximas a ligeiramente acima da média climatológica em boa parte das regiões da BWJ e Frísia-TO durante os próximos meses;

Destaque para manutenção da condição de dias com maior amplitude térmica com manhãs frias e tardes mais aquecidas;

Maior probabilidade de eventos de friagem durante o trimestre de JUN-JUL-AGO/2022, devido a incursão de ondas de frio pelo interior do Brasil que causam queda brusca das temperaturas do ar, com ventos frios e secos.